top of page

Você costuma pensar em termos de "deveria"?

Quando as coisas não saem conforme sua expectativa, você se sente angustiado pensando "isso deveria ter sido diferente"?



Se você respondeu que SIM, é possível que cometa o Erro de Pensamento de "Ditar as Leis", que é quando você tem uma ideia fixa e particular sobre como as coisas “deveriam” ser, e fica chateado ou com raiva quando as suas expectativas não são atingidas.


Você pensa: "Minha equipe deveria ter elogiado minha apresentação"; ou "Eu sempre faço isso por ele, então ele deveria fazer por mim também"; ou até "Eu não deveria escolher isso, por mais que eu queira, se não ela vai se decepcionar comigo" e acaba abrindo mão de algo importante para não decepcionar outros. ☹️


Quando somos inflexíveis sobre nós mesmos, sobre os outros ou sobre o mundo e o que acontece nele, isso nos torna rígidos e extremistas em nossos pensamentos. Não aceitar o erro (ou o desapontamento) dos outros nos deixa vulneráveis, por nunca vivenciarmos a realidade do jeito que esperamos. Essas altas exigências acaba nos gerando muitos problemas emocionais, por nunca conseguirmos de fato nos adaptar à nossa realidade.


É importante ficar atento: pensamentos e crenças que contêm palavras como “devo”, “deveria”, “preciso”, “é necessário”, “tenho” são indicativos de que nossa mente pode estar cometendo esse Erro de Pensamento.


🧠 Mas já aprendemos que é possível treinar sua mente para ampliar suas perspectivas e ter respostas mais flexíveis aos pensamentos errados.


🏆 Então, aqui vão algumas dicas para quando você tiver esse tipo de pensamento:

Pense de forma flexível. Pergunte a si mesmo: “Quem disse que DEVERIA ser assim?” ou "Como eu posso ser mais flexível nessa situação para me adaptar melhor à minha realidade?".

Preste atenção nas suas palavras. Substitua palavras como “devo”, “preciso”e “deveria”

por “prefiro”, “desejo” e “quero”.

Avalie sua necessidade de aprovação. É possível viver de forma satisfatória mesmo que não consiga a aprovação de todas as pessoas. Tenha uma expectativa realista sobre a aprovação das pessoas, ao invés de ver isso como uma necessidade sufocante.

Lembre-se das individualidades. Pode ser que as pessoas com quem você se relaciona valorizem comportamentos diferentes dos seus. E tudo bem! Respeitar as individualidades vai te ajudar a pensar de forma mais saudável, ao manter as expectativas flexíveis sobre você, sobre os outros e sobre o mundo em geral.


O SEGREDO ESTÁ EM TREINAR SER FLEXÍVEL E FICAR ATENTO ÀS SUAS EXPECTATIVAS!


Quer saber mais? Me acompanhe aqui e nas redes sociais:

Instagram: @laisbrazilpsi

Facebook: @laisbrazilpsi


Referências: Terapia Cognitiva Comportamental para Leigos - de Rob Wilson e Rhena Branch

The Cognitive Behavioral Therapy Workbook for Personality Disorders - de J. C. Wood


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page